domingo, 19 de janeiro de 2014

Sílabas

Articulo cada silaba 
no perene céu vasto e luxuoso

cada uma a soletrar no vazio 
da imensidão que se perde 
em cada corpo


e cada sílaba
ao sinal de Deus
ergue-se no céu 
como uma estrela deslumbrada

que convida o riso dos pássaros
que se levantam
nas madrugadas surdas

dizendo que vem de lá o teu sorriso
e como me encanta
tal e qual uma subtil dança
e a bonanza