quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Lágrima

Por cada lágrima vertida
de ti
cada sonho de nós
dois um dia
pelos dias que voam
por uma janela encantada
de cada palavra soletrada
ao meu ouvido
somos nós o amor
que se busca
a transmitir a paz

e nisso
em cada desejo teu
somos duas folhas
que se perdem no tempo
para se encontrarem
resolutas em comunhão

Se alegram os céus
para que nesse cuidado
se vertam as águas

Por ti amor
vou ao fundo do poço
reanimar a dor 
de não te ter aqui
quando todos os mandamentos
se tornam meras palavras
e nós,
nós percorremos esse mundo
ousando
o que o amor em nós nos nasce.