sábado, 22 de fevereiro de 2014

Meu amor

Meu amor
tu que surges na noite
respondendo aos meus anseios
que te tornas anjo
e perdoas meus desvaneios
vêm em meu auxílio
e toma conta de mim
liberta-me da solidão
que parece não ter fim
Quando as trevas se levantam
e dia surge na madrugada
vens tu com o teu amor
trazendo a esperança
Por isso voa baixinho
e vem para meus braços
quero-te dizer
o quanto sinto o teu abraço