sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Murmurio de nós dois

Poema: Murmúrio de nós dois

O murmúrio de teus labios
contam-me singelas confidências
daqueles que os anjos escutam
no silêncio da noite

E por mais que a terra seja redonda
por mais que os astros
se incidam no mar exausto
é a tua voz que escuto ao longe

Chamando por mim
e pelo meu amor
que vem por fim
nos fios dourados na madrugada

Como quem chama por mim
como quem chama por nós
na chama imensa de nós dois
imersos na nossa saudade

Na saudade que se faz vida
que nos abraça
na terra orvalhada
e no resplendor das estrelas no céu

e imerjo
no suave múrmurio de nós dois