domingo, 9 de fevereiro de 2014

Pergunto-te de que é feito o Amor?

Olho no profundo dos teus olhos
e pergunto-te de que são feitos os sonhos?
respondes-me que são feitos das palavras perdidas
murmurantes e esquecidas
que se apagam em cada orla da madrugada
De que é feito o amor? 
Pergunto-te olhando nos teus lábios que o denunciam.
É feito da cor do universo
quanta prosa o tem em seu sabor
que os dias que passam é esse o amor
que se devora em mil mistérios de cor
De que é feita a saudade?
Pergunto-te apelando à tua bondade.
E dizes-me que é feita do aperto no coração
para o qual migra a ilusão
de um espaço sem tempo.
E assim, murmurando à tua voz
olhando em teu leito atroz
que me assusta pergunto se nunca me irás deixar
Eu que perdido nas folhas 
da melancolia
leio o teu manifesto de uma subtil alegria.