segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Escadas do paraíso

Subo as escadas do paraíso
e parece que foi ontem
quando senti a tua mão
a puxar-me para bem junto de ti

Subo as escadas uma a uma
e pergunto-me o que estará
para lá da vida
que mesmo sendo suicida

Subo as escadas do paraíso
enfrentando os demónios
e todos meus medos
e meus heterónimos

Subo-a para saber
o que hei-de encontrar
ou se me encontrarei
para lá do nevoeiro

Subo as escadas uma a uma
invadindo-me por essa bruma
que se incendeia o ar em mim
e me sinto sufocado

Subo as escada do paraíso
e quando os medos haver expulsado
a mão do meu amor me há-de puxar com fervor
e eu mirando direi por favor...