quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Solidão

Foi esta solidão
que denunciou para onde tinhas partido
imersa nas tuas palavras
ciente do mar e das ondas do naufragar
que viste singelas sob tuas palpebras
que fechavam de prazer
em cada movimento das ondas
uma a uma 
num balançar de encantamento e luz
para onde tudo era sonho e terra
e o teu amor apenas perda