sábado, 28 de setembro de 2013

Imaginar



Consigo imaginar um mar
Sobre o teu peito
Tão vivo e doce
Retumbando de paixão

Nesse mar em que mergulho
E me esqueço
De quantas foram as palavras
Dessa emoção

Consigo imaginar uma praia
Sobre a tua pele
De encantos escondidos
Desejos tantos

E dessa pele
A nossa carícia
Perdendo com o tempo
O nosso momento

Consigo imaginar um mundo
Sobre a tua voz
Inteligente e suave
Como um navio

Que navega o mar
Da minha foz
Tão cativante
Como macio

E no vazio
Da minha alma que se entrepôs
Fores mar, praia e mundo
Numa só voz

Vem alegrar-te com o meu convite
Para seres a musa
Que encanta os meus dias
Seremos só nós