quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Album: Lua

No momento em que te senti
presa a mim
em que a lua brilhou sob a palma da minha mão
quente na tua pele
foi no invisivel que se fez luz
murmurante no mar pálido
cuja sombra dourada 
imergindo na maré calma
lembrava uma bola de sabão
desafiando a gravidade
Perguntas quantas vezes te sentis-te assim
Inúmeras contagens sem perceber
que a lua reflectia em mim
era ágil destino de nós dois 



 *confidÊncias*

(244322; 024432; 003330; 032000)