domingo, 6 de outubro de 2013

Mar

Na planície a olhar o mar
perdido entre pensamento
envolvido no tormento
que faz chorar assim

percorrido à luz do dia
ansiando pela espera
que seja o trucidar de
nosso olhar perdido

Desunido na certeza
de um fim adiado
medido e anunciado
que nos corte a dor enfim

existindo em momentos
cortamos breves pensamentos
da luz fóscua do olhar
perdido nesse mar