quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Desenho

No traço do desenho
consigo perceber a linha ténue
que nos separa
na fronteira de um beijo
em que a cor é apenas o desejo
azul mirra que há em ti

Absorvo no desenho
e no seu tamanho
na sua cor ténue para mim
que se prende na sua forma
cariz pequeno de cetim

É e-lo assim como o que há em vida
para na morte
os seus passos serem fita
de um lápis de mil cores

Desenho em tons de mirra
e seu traço é linha ténue
entre a fronteira desse beijo
quis assim ser o ensejo
de um desenho vivo de ti.